Notícias

Você está em: Asmirg BR » Notícias » Consumidor final sentirá queda no preço do gás de cozinha?

Consumidor final sentirá queda no preço do gás de cozinha?

Buscando dar aos consumidores os devidos esclarecimentos sobre a nova política de preços praticados pela Petrobras, pelo seu comunicado recente de redução de 5% no preço do botijão de gás de cozinha, a Associação Brasileira dos Revendedores de GLP, ASMIRG-BR entidade representativa do setor revenda de GLP, do tradicional “botijão de gás de cozinha”, faz as seguintes ponderações:

1) O tradicional botijão de gás de cozinha não se trata de um artigo de luxo, tratamos de um produto ligado a fome do povo brasileiro, prestamos  um serviço de utilidade pública, por ser essencial, esta vinculado a interesse nacional.

2) Na composição do capital social da Petrobras, a União Federal detém 28,67% contra 18,11% acionistas estrangeiros, 18,38% pessoas físicas e jurídicas. De Brasileira mantém apenas o nome, o abastecimento de combustível seja gás ou demais, é questão de segurança nacional, e passamos a dar a terceiros, seja estrangeiros ou empresas privadas o controle acionário do mercado nacional de combustíveis. http://www.investidorpetrobras.com.br/pt/governanca-corporativa/capital-social

3) O botijão de gás de cozinha custava em janeiro de 2017 na refinaria R$ 13,24, e chega hoje, 20/01/2018, com o devido desconto de 5%, em R$ 23,16, um aumento de 75%. Considerando que alem deste aumento, a Petrobras elevou e eleva quase que diariamente o preço do diesel e gasolina, elementos que pesam no custo de entrega do gás de cozinha, que os Estados oportunamente subiram e buscam uma maior arrecadação de seu ICMS, podemos sem margem de erro, fazer a seguinte analise sobre o preço de venda ao consumidor – média preço ao consumidor Brasil em jan/17 segundo ANP, R$ 55,61, projeção aumentos nos custos diretos, sem considerar elevações tributarias nas revendas de GLP com aumento do preço, desconsiderando perdas fluxo de caixa, o tradicional botijão de gás de cozinha estaria com seu valor de venda mínimo ao consumidor acima dos R$100,00.http://www.anp.gov.br/wwwanp/images/Precos/Precos_ao_consumidor/2017/Margens_Rev_e_Distr_por_estado_Outubro17_P13-Tabela.pdf

Os valores médios apresentados mostram uma matemática que não se fecha, nem podemos falar em inflação no setor, talvez o mais apropriado fosse o termo “extorsão”.
A Petrobras simplesmente recuperou em 6 meses, todos os aumentos não realizados durante anos, ficando a cargo do setor revenda e consumidores absorverem com uma pesada conta, o gás de cozinha hoje é um produto de luxo, alem da capacidade daqueles que mais necessitam.

4) Podemos comparar o Relatório de Informações Sociais do programa Bolsa Família (http://www.mds.gov.br/) com a arrecadação de ICMS nos Estados, chegamos a ter em alguns Estados uma arrecadação do ICMS do botijão de gás de cozinha igual ao investido no programa. O Governo da com uma mão e tira com a outra, da mesma forma que ouvimos, a inflação caiu, mas tudo esta subindo com marcas históricas e pelo fato das empresas buscarem sua sobrevivência financeira numa operação suicida reduzindo seus preços abaixo dos limites, dizemos que a inflação esta caindo e atingindo recordes históricos….

Nossas revendas estão nos comunicando que não houve repasse do desconto anunciado pela Petrobras, ao contrário, algumas regiões, revendedores estão tendo seu preço de compra do botijão de gás de cozinha aumentado em função dos ajustes de custos das Companhias Distribuidoras.

A Petrobras de uma forma simples, subiu o preço até seu limite, agora com a projeção de queda do preço no mercado internacional, mantemos como esta, desta forma, com um aumento de R$ 9,92 em 2017, considerando a media de vendas no mercado nacional, a população brasileira esta garantindo a Petrobras uma receita anual a mais de R$ 4 bilhões.

Colocamo-nos a disposição para maiores esclarecimentos.

Cordialmente,

Alexandre Jose Borjaili
Presidente
Associação Brasileira dos Revendedores de GLP ASMIRG-BR
www.asmirg.com.br

 

 

 

Share Button

Associação Brasileira dos Revendedores de GLP - ASMIRG-BR

CNPJ: 08.930.250/0001-32

Rua Glaura, 311 Santa Cruz

Belo Horizonte / MG - CEP 31.150-480

Atendimento

(31) 3082-7214

(31) 9849-21994

asmirg@asmirg.com.br

Copyright © 2007-2014 ASMIRG-BR. Todos os direitos reservados

Associação Brasileira dos Revendedores de GLP - ASMIRG-BR

WebSite desenvolvido pela