Notícias

Você está em: Asmirg BR » Notícias » Após fazer “transfusão”, entregador de gás vendia botijão com peso adulterado

Após fazer “transfusão”, entregador de gás vendia botijão com peso adulterado

Após fazer “transfusão”, entregador de gás vendia botijão com peso adulterado

Um entregador de gás foi preso pela equipe da GCM de Piracicaba após ser flagrado fazendo “transfusão” de um botijão cheio, para outro vazio. O fato aconteceu nesta sexta-feira, 6, na Estrada Municipal da Fazenda Taquaral, em Piracicaba

Os Gcm’s com a viatura 79 (Fábio e Ramalhão) estavam em patrulhamento pela Estrada Municipal que liga o Bairro Jardim Oriente a Fazenda Taquaral. Eles já sabiam que aquele local é escolhido por criminosos, para abandonar veículo furtado.

Após fazer “transfusão”, entregador de gás vendia botijão com peso adulteradoNo trajeto, os agentes encontraram rastro recente de veículo por um carreador de cana. Eles seguiram o rastro por 400 metros e avistaram um veículo Fiat/ Strada carregado com botijão de gás. Os Gcm’s estranharam um carro de empresa naquele local e abordaram o entregador de gás.

Indagado sobre se havia algum problema com o veículo e porque tinha uma mangueira fazendo transfusão de gás de um botijão para o outro. O entregador disse que era normal esse procedimento.

Os agentes não acreditaram na versão do motorista e não ficaram satisfeitos com a resposta. Foi solicitado apoio de outra viatura e o homem foi conduzido, juntamente com o veículo e a carga até a empresa onde o suspeito trabalha. A equipe policial perguntou à proprietária se aquele procedimento que o entregador estava fazendo era normal, a proprietária informou que não, que ela estava sendo vítima de furto.

Diante da situação, os Gcm’s conduziram o entregador de gás e a proprietária da empresa até a Delegacia UPJ, na 6° DP para registrar a ocorrência. O delegado de plantão após ouvir o entregador de gás e a proprietária, decidiu por autuar o entregador de gás em Flagrante Delito por Furto Qualificado.

O homem identificado por A.J.R. do P. de 54 anos, permaneceu preso e ficou à disposição da justiça. Após a perícia nos 16 botijões de gás, foi constatado que cinco botijões estavam com peso inferior da sua capacidade.

Apreensão: 1 Mangueira para transfusão de Gás sem Registro, 1 Mangueira para Transfusão de gás com Registro, Vários Lacres de Botijão de Gás, 1 Registro de Gás e Vários objetos para fazer a transfusão do gás.

Fonte: https://www.orolo.com.br/

Share Button

Associação Brasileira dos Revendedores de GLP - ASMIRG-BR

CNPJ: 08.930.250/0001-32

Rua Glaura, 311 Santa Cruz

Belo Horizonte / MG - CEP 31.150-480

Atendimento

(31) 3082-7214

(31) 9849-21994

asmirg@asmirg.com.br

Copyright © 2007-2014 ASMIRG-BR. Todos os direitos reservados

Associação Brasileira dos Revendedores de GLP - ASMIRG-BR

WebSite desenvolvido pela